sexta-feira, setembro 02, 2011

Pés e Ipês.

.................................................................................................................................
I
O inverno está indo embora, mas o ar insiste em manter-se frio. “É tempo de primavera!”, exclamou quase que num sussurro emudecido. Ipês roxos, rosas e amarelos deveriam cobrir as calçadas, escondendo as pedras desgastadas por sapatos duros e protegendo os pés descalços. Dar-lhes enfim, conforto.

II
Na sala quase escura ele ascende um cigarro e senta-se encolhidamente no sofá. Seu corpo está frio. A ponta do cigarro marca a trajetória de seu braço indo da boca ao braço do sofá, preenchendo o espaço que por hora encontra-se vazio.
O silêncio grita.

III
Seus pés descalços esperam os ipês florescerem.
.

[renato ribeiro]

5 comentários:

Gabriel Lopes disse...

Muito bom o seu blog! Esse texto me chamou a atenção... Ainda ontem estava eu conversando sobre a primavera e sobre Ipês haha. Gostei de ler aqui.

Mirtes Rodrigues disse...

Gostei desse texto é sútil, e ainda assim bonito.

Nathy Costa disse...

gostei muito do blog. me ajudou ler
e mando um texto e o endereço do meu blog.
segue abaixo espero retorno e sucesso sempre.


RaiVA O que sinto

RaiVA do AMOR que NAO tive
RaiVA da HoRA Perdida
RaiVA do Prazer Que mE Neguei
RaiVA do JoGo DE azar QUE Nao GANhei

RaiVA daQUELe Que ME beiJOU
RaiVA DaquELA que Me ENganou
RaiVA daquiLO que ME julgou

RaiVA do TemPO QUE pASSA
RaiVA DA fRUSTAÇÃO que FICA
RaiVA DA mOrte que ESPERA

RaiVA DO homem cretino

RaiVA do homem preconceituoso QUE nao me aceita

raiVA DO homem COvarde qUE mE suPRIME COM palavras SILENCIOSAS

Raiva DIZ meu ANALISTA, ISTO RAIVA
sINTA raiva PaRA nao senTIR pena
raiVA que embravESCE
RAIVA QUE ENALtece
RAIVA que emudece
o COrACAO pulsa
a ALMA grita
o PUNHO soCA
RAIva POR nao poder bater NA sua CARA
POR nao te dizer palavras chulas
por n ir embora, bater A PORTA
FALAR O QUE importa e hoje guardo
raiva sem EIRA E NEM POR ISTO A beira
raiva
QUE raiva
melhor que pENA.

http://paraneura.blogspot.com/

Jânio Lima disse...

Muito bom, gosto dessa mistura de contopoema em um só texto, perfeito. Abraços!

Rhayssa Lima disse...

OMG haha ainda dizem q eu escrevo bem... isso sim é que é escrever.